Uma nova experiência para Cristina Rosito, gaúcha vai estrear em Santa Cruz do Sul

A prova de abertura da temporada 2011 da Fórmula Truck no próximo domingo (27/2) terá muitas novidades, mas uma delas vai chamar a atenção da mídia especializada e do grande público que deve lotar as instalações do Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS). Com quase 30 anos de experiência no automobilismo, a gaúcha Cristina Rosito vai fazer a sua estréia em corrida de caminhões pela equipe Ford Racing Trucks.

“Tenho bastante experiência no esporte a motor. Na verdade eu corri de moto, kart, Turismo, Fórmula, Protótipo, Dragster. Mas acho que eu ainda vou levar um tempinho pra me adaptar, o caminhão é muito grande, pesado, são mais de mil cavalos de potência. Meu objetivo é pegar o máximo possível das manhas do Ford Cargo”, pondera a estreante.

Para facilitar e abreviar a adaptação da experiente piloto, nada como contar com a retaguarda de uma fábrica e de um chefe de equipe experiente e vencedor, associado com um piloto talentoso.

“Nós que vivemos de automobilismo, sabemos o quão importante é participar de uma equipe com uma fábrica por trás, e uma grande estrutura”, lembra o sorocabano Djalma Fogaça, comandante da Ford Racing Trucks. “Eu sempre falo que caminhão é mais fácil para quem nunca guiou nada. Uma pessoa que saiu do kart e vai pro caminhão tem mais facilidade de adaptação do que quem tem anos de carro e depois vai guiar o Fórmula Truck. São técnicas de pista que você não tem e acaba passando por dificuldades. Acho que minha experiência e do Danilo (Dirani) vão ajudar muito no dia a dia da Cristina. E ela também sabe guiar, sabe da capacidade dela”, atesta.

“Acho que vamos passar muita coisa para a Cristina, mesmo ela tendo bastante experiência em automobilismo. O caminhão é bem especifico. Com certeza vai ser um ano de muito aprendizado pra ela, mas iremos aprender muito com ela também. Eu estou bem confiante, a equipe melhorou muito os equipamentos e acho que nós podemos pensar em brigar pelo campeonato”, acredita Danilo Dirani, um dos pilotos mais rápidos da Fórmula Truck.

Cristina Rosito tem a confiança de que em médio prazo irá se adaptar e evoluir constantemente para atingir as suas metas. “Sempre venci em todas as categorias em que corri. Agora quero me adaptar à equipe, aos mecânicos e engenheiros, conhecer o equipamento e depois brigar pela vitória. Acredito que no começo vou receber mais informações do que passar. Mesmo assim, o meu objetivo até o final do ano é andar entre os dez primeiros e quem sabe até conquistar um pódio”, confia.

A primeira etapa dos Campeonatos Sul-americano e Brasileiro de F-Truck terá transmissão ao vivo pela TV Bandeirantes, a partir das 13h (horário de Brasília).