Fogaça fecha temporada com novo pódio e melhor resultado do ano para a 72 Sports

A temporada 2013 da Fórmula Truck terminou neste domingo (08), em Brasília (DF), e coroou o pernambucano Beto Monteiro como campeão brasileiro da categoria. A prova marcou, também, a primeira vitória de Valmir Benavides na temporada, e o melhor resultado do ano para Djalma Fogaça. O sorocabano conquistou seu segundo pódio na temporada, fechando o ano de reestruturação da equipe 72 Sports com um terceiro lugar.

Largando da sexta fila no grid, o piloto de Sorocaba confirmou – mais uma vez – o potencial e durabilidade dos Ford Cargo de seu time. Mesmo com a sensação térmica acima dos 30ºC na Capital Federa, o caminhão #72 se manteve durante toda a prova entre os dez primeiros, e cruzou a linha de chegada na terceira posição.

“O acerto do caminhão foi fundamental para o resultado de hoje. Fizemos uma configuração que nos permitia ser rápidos o suficiente para andar entre os primeiros, mas, ainda assim, poupar o equipamento. Tanto que o caminhão chegou ao fim da prova inteiro, com a temperatura do motor em um nível normal e os freios funcionando perfeitamente”, destacou o piloto, único do grid a completar todas as corridas do ano e a pontuar em nova das dez etapas do campeonato.

O forte calor deste domingo em Brasília foi o maior adversário dos pilotos. Tanto que apenas sete completaram a corrida na mesma volta do líder. Para Fogaça, um grande resultado que pode ser a repetição de sua primeira despedida da Fórmula Truck, em 2009, quando também subiu ao pódio em terceiro lugar no Autódromo Nelson Piquet.

“Esse pódio mostra o quanto o empenho de todo o time deu resultado, mesmo com as restrições orçamentárias que tivemos nesta temporada. Sem dúvida, é um troféu que dá ânimo para continuarmos a preparação para 2014”, avaliou o piloto, que não definiu, ainda, se continua pilotando ou se volta a ocupar apenas o cargo de chefe de equipe na próxima temporada.

Com dois pódios e algumas grandes apresentações em 2013, Fogaça terminou o campeonato entre os 10 melhores da classificação geral. “Poderíamos estar em uma posição ainda melhor, não fossem os problemas de câmbio que tivemos durante a maior parte do ano, e alguns erros meus ao queimar o limite de velocidade no radar em algumas provas, como a de São Paulo. Mas estou muito feliz pelo resultado da temporada. Foi um grande ano de recuperação para nossa equipe”, completou.

Para Raijan Mascarello, a temporada 2013 da Fórmula Truck – sua primeira na categoria – terminou antes do esperado. Uma quebra na hélice do motor de seu caminhão ocasionou uma ruptura em uma mangueira de água. O líquido se espalhou nas rodas e fez o piloto perder o controle ainda na terceira volta da corrida.

“Não tive o que fazer. Quando fui frear para contornar a curva, o caminhão começou a rodar e eu virei passageiro. Foi uma pancada bem forte, mas estou bem. Uma pena não completar a corrida, que era bem promissora pelo ritmo que vinha apresentado. Mas as quebras fazem parte do jogo e agora é trabalhar para voltar em 2014 ainda mais forte”, comentou o piloto mato-grossense.

A próxima temporada da Fórmula Truck começará no dia 16 de março em Caruaru (PE) e, entre as novidades já confirmadas, terá a estreia do paranaense David Muffato, campeão da Stock Car em 2003, em um dos caminhões da 72 Sports. Confira como terminou a última etapa do ano e como ficou a classificação de 2013 na categoria.

Resultado – 10ª etapa – Brasília

1) 2 – Valmir Benavides (I, SP), 31 voltas em 1:00:10.726 (média de 90.22 km/h)
2) 15 – Roberval Andrade (S , SP), a 5.654
3) 72 – Djalma Fogaça (F , SP), a 10.075
4) 88 – Beto Monteiro (I , PE), a 13.064
5) 20 – Pedro Muffato (S , PR), a 19.284
6) 44 – Edu Piano (F , SP), a 20.613
7) 0 – Alberto Cattucci (V , SP), a 26.395
8) 10 – Ronaldo Kastropil (S , SP), a 1 volta
9) 73 – Leandro Totti (W , PR), a 2 voltas
10) 14 – João Maistro (V , PR), a 2 voltas
11) 3 – Geraldo Piquet (M , DF), a 10 voltas
12) 8 – Adalberto Jardim (W , SP), a 10 voltas
13) 6 – Wellington Cirino (M , PR), a 12 voltas
14) 4 – Felipe Giaffone (W , SP), a 15 voltas
15) 99 – Luiz Lopes (I , SP), a 15 voltas
16) 12 – Zé Maria Reis (S , GO), a 18 voltas
17) 83 – Regis Boessio (M , RS), a 19 voltas
18) 7 – Debora Rodrigues (W , SP), a 19 voltas
19) 21 – Alex Caffi (I , IT), a 22 voltas
20) 51 – Leandro Reis (S , GO), a 27 voltas
21) 80 – Diogo Pachenki (M , PR), a 28 voltas
22) 71 – Raijan Mascarello (F , MT), a 28 voltas
23) 11 – Jansen Bueno (V , PR), a 28 voltas
24) 77 – André Marques (W , SP), a 28 voltas
25) 55 – Paulo Salustiano (M , SP), a 29 voltas

Melhor Volta: Leandro Totti, 1:12.555 (144.83 km/h)

Classificação Final (10 primeiros) – Campeonato Brasileiro de F-Truck

1) Beto Monteiro, 149 pontos
2) Leandro Totti, 128
3) Régis Boéssio, 119
4) Felipe Giaffone, 116
5) Geraldo Piquet, 102
6) Paulo Salustiano, 94
7) Valmir Benavides, 87
8) Wellington Cirino, 83
9) Roberval Andrade, 81
10) Djalma Fogaça, 74

———————————————-
Texto: Inova Comunicação – Rafael Durante
Imagens: Orlei Silva e Rodrigo Ruiz