Raijan obtém melhor posição e soma pontos

Azulão voltou a render bem em InterlagosEm uma prova marcada por boas disputas, acidentes, três intervenções do Pace Truck e 16 voltas válidas, Raijan Mascarello comemorou sua melhor colocação, até o momento, em sua curta história na Fórmula Truck. A 11ª colocação na classificação da prova realizada neste domingo (18), em Interlagos, rendeu mais quatro pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, e os primeiros pontos no Campeonato Sul-Americano.

“Sinto como se fosse a melhor corrida da minha vida. , virando tempo junto com os caras que sempre andam na frente e são campeões. Mas o importante é que com alguns acertos temos um caminhão competitivo “, disse o piloto Hamakk, Case IH, Maxxicase, Ferticel Adubos, Sementes Dekalb e Fazendas Comil.

A comemoração de Raijan poderia ter sido ainda maior se não fosse o acidente ocorrido logo na largada, em que ele foi obrigado a frear forte para não se envolver, e também por uma queima de radar já na fase final da prova, quando estava na 8ª posição.

” Se não fosse o acidente na largada, com certeza estaríamos mais na frente. A queima do radar é sinal de desgaste do freio. Pisei antes, mas o caminhão não segurou. Mesmo assim, tá muito bom”, garante.

Raijan mostrou consistência durante prova

Agora, Raijan se prepara para a próxima etapa da Fórmula Truck, marcada para o dia 8 de junho, em Brasília.

A Corrida de Raijan
Com sua melhor posição de largada até agora, 9ª posição, Raijan Mascarello teve que usar o freio ao fim da reta por conta de um acidente na entrada do “S” entre Danilo Dirani e André Marques. Por pouco Raijan não atingiu a traseira de um concorrente.
Logo na sequência da volta, na região do Pinheirinho, Djalma Fogaça foi atingido por Luis Lopes, causando bandeira amarela. Neste momento, Raijan era o 14º colocado.

Aos poucos ele foi ganhando posições e subiu para 10º na volta seguinte, mas com um acidente envolvendo Michelle de Jesus, Débora Rodrigues e David Muffato, uma nova bandeira amarela tomou conta da pista.

Em outra volta válida, Raijan conseguiu fazer a ultrapassagem em João Maistro, subindo para a nona posição. E na relargada conquistou a oitava posição passando por André Marques.

Na 11ª volta, Raijan ocupava a oitava posição, mas passou no radar a 163,4 km/h. Como punição, o piloto foi obrigado a entrar no box para cumprir drive-thru e voltou para a pista na 11ª posição. Posição perdida na penúltima volta para Fabiano Brito, e retomada na última volta, fechando a prova na 11ª colocação e somando quatro pontos na classificação do Campeonato Brasileiro e, também, do Sul-Americano.

Resultado da Prova
1º) 73 – Leandro Totti (Volkswagen, PR), 16 voltas em 55:27.548 (média de 59.4 km/h)
2º) 4 – Felipe Giaffone (MAN , SP), a 2.583
3º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes , PR), a 7.911
4º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen , SP), a 10.676
5º) 15 – Roberval Andrade (Scania , SP), a 11.253
6º) 3 – Geraldo Piquet (Mercedes , DF), a 13.261
7º) 1 – Beto Monteiro (Iveco , PE), a 16.217
8º) 77 – André Marques (Volkswagen , SP), a 18.268
9º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes , SP), a 24.696
10º) 90 – Marcello Cesquim (Mercedes , PR), a 26.769
11º) 71 – Raijan Mascarello (Ford , MT), a 48.574
12º) 28 – Fabiano Brito (Volvo , PR), a 48.587
13º) 99 – Luiz Lopes (Iveco , SP), a 57.663
14º) 25 – Jaidson Zini (Iveco , PR), a 1:10.146
15º) 53 – Ronaldo Kastropil (Mercedes , SP), a 1:10.741
16º) 35 – David Muffato (Ford , PR), a 1:12.337
17º) 33 – Michelle de Jesus (Volvo , SP), a 1:17.691
18º) 2 – Valmir Benavides (Iveco , SP), a 4 voltas
19º) 14 – João Maistro (Volvo , PR), a 6 voltas
20º) 20 – Pedro Muffato (Scania , PR), a 10 voltas
21º) 80 – Diogo Pachenki (Volvo , PR), a 10 voltas
22º) 51 – Leandro Reis (Ford , GO), a 12 voltas
23º) 72 – Djalma Fogaça (Ford , SP), a 12 voltas
24º) 7 – Debora Rodrigues (Volkswagen , SP), a 13 voltas
25º) 10 – Jansen Bueno (Scania , PR), a 14 voltas
26º) 12 – Zé Maria Reis (Ford , GO), a 14 voltas
27º) 85 – Danilo Dirani (Scania , SP), a 15 voltas

Melhor Volta: Felipe Giaffone, 2:05.036 (124.1 km/h)

________________________________________
Texto: Osires Junior
Créditos das Imagens: Rodrigo Ruiz