Líderes da Fórmula Truck terão restritores em Campo Grande

Djalma Fogaça Além do retorno da Fórmula Truck a Campo Grande, depois de quatro temporadas ausente, a capital do Mato Grosso do Sul terá outra novidade na pista no dia 12 de abril, data da segunda etapa da sua 20ª temporada. De acordo com o novo regulamento da mais popular categoria do automobilismo da América do Sul, os três primeiros colocados na classificação geral terão redução de potência nos caminhões nas provas seguintes. Na corrida de abertura a vitória ficou com Felipe Giaffone (MAN Latin América) com Wellington Cirino (Mercedes-Benz) em segundo e Djalma Fogaça (Ford) em terceiro.

Com isso, Giaffone, líder isolado do Campeonato Brasileiro com 53 pontos, será o que mais vai sofrer, pois seu MAN receberá a instalação de uma espécie de anel, a ser colocado na entrada de ar da turbina do caminhão, o que vai reduzir a potência do motor em cerca de 70 cavalos. Esse aparato estabelecido pelo regulamento tem a entrada de ar reduzida para 74 milímetros contra os 80 mm dos outros caminhões sem o chamado lastro de sucesso.

Cirino, o segundo colocado na classificação geral com 44 pontos, perderá menos: cerca de 50 cavalos, pois o restritor utilizado no seu Mercedes-Benz será de 76mm. Já o Ford de Fogaça, o terceiro na pontuação com 38 pontos, terá a abertura de 78mm, o que implicará em algo em torno de 30 cavalos a menos no motor.

Todos os outros pilotos, do quarto colocado na tabela da classificação geral em diante, terão a regulamentar abertura de 80 milímetros na entrada do turbo. O objetivo principal é tentar equilibrar mais ainda a disputa pela vitória e pelo título da categoria mais popular no automobilismo da América do Sul.

Apesar de parecer pouco para a potência de cerca de mil cavalos dos caminhões da Fórmula Truck, essa redução de potência deve ajudar a aumentar a briga por posições na pista, o que eleva a adrenalina de pilotos e dos fãs da categoria. Além disso, auxilia os outros pilotos a se aproximarem dos líderes na classificação geral e a reduzir a diferença na tabela de pontuação.

A primeira corrida do ano, disputada dia 1º de março em Caruaru, Pernambuco, não teve os restritores por ser início de temporada e todos terem começado do zero. De Campo Grande até a etapa de Cascavel, no dia 9 de novembro, os três primeiros continuarão a usar os restritores. No entanto, na última prova, marcada para 6 de dezembro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, todos os pilotos entram com a mesma potência, ou seja, com a abertura de 80mm no turbo.

VENDA DE INGRESSOS

Turbina com restritor de potênciaOs ingressos para acompanhar a segunda prova da 20ª temporada da Fórmula Truck, que terá a segunda corrida do ano no Autódromo de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, já podem ser adquiridos através do site www.lojaformulatruck.com.br/loja. As vendas pelo site se encerram no sexta-feira, dia 10 de abril. Para acompanhar todos os treinos de sexta e sábado e a corrida, das arquibancadas o preço é de R$ 35 com direito a um boné oficial da F-Truck, que deverá ser apresentado no domingo junto com o bilhete de entrada. Quem optar por comprar os tickets de arquibancadas nas bilheterias do autódromo entre os dias 9 e 11 de abril ainda ganha o boné, diferentemente dos que adquirirem somente no domingo (dia 12 de abril), que não receberão.

O bilhete de Paddock, que custa R$ 160, dá direito de acompanhar treinos e corrida de um local reservado pela organização próximo à área dos boxes, sem alimentação. No entanto, no domingo antes da prova, esse bilhete dá acesso à visitação aos boxes, somente para maiores de 16 anos. Além de tudo isso, a cada três ingressos de Paddock adquiridos se recebe uma credencial de estacionamento gratuito na parte interna do autódromo.

A credencial VIP, cujo preço é de R$ 570, dá ao portador acesso ao Camarote VIP da Fórmula Truck, com serviço de buffet incluso no domingo (12/4), além de participar da visitação aos boxes. A cada três ingressos VIP adquiridos o comprador tem direito a uma credencial de estacionamento numa área especialmente reservada. As credenciais de Paddock e VIPs podem ser pagas com cartão de crédito ou dinheiro. Tanto em treinos quanto na corrida é obrigatório o uso.

Tanto nos pontos de venda, situados nos postos Petrobras da região de Campo Grande – os locais serão divulgados em alguns dias – quanto nas bilheterias do autódromo, a única forma de pagamento é em dinheiro. Para ter direito à meia-entrada é preciso apresentar a Carteira de Identificação Estudantil, dentro do prazo de validade, junto com documento de identidade oficial. Terão direito à entrada gratuita Portadores de Necessidades Especiais (PNE), menores de oito anos, desde que acompanhados dos pais ou responsáveis, portando documentos, e idosos acima dos 60 anos, com Carteira de Identidade.

É proibido entrar nas arquibancadas portando garrafas, copos de vidro e guarda-chuvas.
Mais informações podem ser obtidas pelo email: ingressos@formulatruck.com.br
Twitter: @Formula_Truck ou pelo telefone: (13) 3299-1144

CALENDÁRIO DE 2015
1º de março – Caruaru (PE)
12 de abril – Campo Grande (MS)
17 de maio – Londrina (PR)
14 de junho – Brasília (DF)
12 de julho – Goiânia (GO)
9 de agosto – Santa Cruz do Sul (RS)
13 de setembro – Curitiba (PR)
4 de outubro – Guaporé (RS)
8 de novembro – Cascavel (PR)
6 de dezembro – São Paulo (SP)

_____________________________________
Texto: Milton Alves
Créditos das Imagens:Orlei Siva