Raijan conclui colheita de pontos no Velopark com melhor posição na categoria

Raijan MascarelloO pódio ficou muito perto para Raijan Mascarello durante a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, graças a uma série de ultrapassagens nas últimas voltas da prova disputada no Circuito do Velopark. Ele terminou a prova na sexta posição, a melhor desde que iniciou na categoria dos brutos. A vitória na etapa foi de Paulo Salustiano, enquanto Felipe Giaffone assumiu a liderança do campeonato.

A meta de dobrar os pontos no campeonato foi praticamente completada por Raijan. Ele chegou ao Velopark com 31 pontos e somou 27 com um nono e um sexto lugar.

“Foi uma boa colheita. Estou bastante satisfeito com o resultado, mas ainda temos que resolver muitas questões para ter maior tranquilidade na pista”, comenta o piloto matogrossense.

Raijan Mascarello

Raijan refere-se a algumas trocas de peças que acabaram diminuindo o rendimento de seu caminhão e, por pouco, não deixaram Djalma Fogaça de fora da prova.

“Tive que fazer uma corrida de tranquilidade. O caminhão perdia muito rendimento nas retas. Muitas vezes fiz trechos bem ruins, mas era para poupar ao máximo o equipamento e tentar chegar ao final da prova”, conta Raijan, que leva em seu caminhão as marcas da Agroeste, Pontual, Hamakk, Concessionária Maxxicase e Fazendas Comil.

A diferença de ajustes também fica clara na performance dos dois caminhões do time. Djalma Fogaça teve um rendimento superior, fez o melhor tempo de uma volta da prova e chegou a disputar uma vaga no pódio.

Raijan Mascarello

“Tivemos configurações diferentes nos dois caminhões, e isso ficou evidente que as utilizadas no caminhão do Djalma deram muito mais resultado. Agora vamos partir para Goiânia e tentar encontrar o melhor caminho para comemorar mais pontos”, garantiu.

A quinta etapa da Fórmula Truck será disputada no dia 12 de julho, no Autódromo Ayrton Senna, na capital de Goiás.

Classificação após a quarta etapa:
1º – Felipe Giaffone (W), 150 pontos
2º – Paulo Salustiano (M) ,144
3º – Djalma Fogaça (F), 136
4º – Leandro Totti (W), 123
5º – André Marques (W), 104
6º – Wellington Cirino (M), 100
7º – Diogo Pachenki (M), 93
8º – Jaidson Zini (I), 90
9º – Beto Monteiro (I), 87
10º – Pedro Muffato (S), 84
11º – David Muffato (S), 71
12º – Rogerio Castro (M), 71
13º – Gustavo Magnabosco (S), 69
14º – Raijan Mascarello (F), 58
15º – Débora Rodrigues (W), 52
16º – Alex Fabiano (V), 50
17º – Luiz Lopes (I), 47
18º – Adalberto Jardim (W), 35
19º – Regis Boessio (V), 27
20º – Roberval Andrade (S), 27
21º – Gabriel Correa (F), 27
22º – Michele de Jesus (F), 0
23º – Fabiano Brito (S) 0

Campeonato de Marcas
1º – MAN, 328
2º – Mercedes Benz, 302
3º – Iveco, 210
4º – Ford, 206
5º – Scania, 179
6º – Volvo, 77

Resultado final da prova:
1º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes, PE)
2º) 4 – Felipe Giaffone (Volkswagen, PR), 1:09.491
3º) 77 – André Marques (MAN, PR), 1:10.136
4º) 80 – Diogo Pachenki (Mercedes, PR), 1:09.559
5º) 35 – David Muffato (Scania, PR), 1:09.862
6º) 515 – Raijan Mascarello (Ford, MT), 1:11.639
7º) 72 – Djalma Fogaça (Ford, PE), 1:09.509
8º) 7 – Débora Rodrigues (Volkswagen, PR), 1:12.455
9º) 99 – Luiz Lopes (Iveco, PE), 1:12.806
10º) 88 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 1:10.236
11º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes, PR), 1:10.080
12º) 20 – Pedro Muffato (Scania, PR), sem tempo
13º) 83 – Regis Boessio (Volvo, RS), 1:11.359
14º) 30 – Rogerio Castro (Mercedes, GO), 1:10.789
15º) 17 – Gustavo Magnabosco (Scania, SC), 1:11.017
16º) 333 – Alex Fabiano (Volvo, SP), 1:14.745.

———————————————
Texto: Osires Junior
Imagens: Rodrigo Ruiz/RR Media