Pilotos da DF esperam sair de Santa Cruz com mais pontos

Djalma Fogaça O fim de semana não está sendo bom para os caminhões Ford da equipe DF Motorsport em Santa Cruz do Sul. Os dois caminhões largam para trás do meio do pelotão, com Djalma Fogaça em 12º e Raijan Mascarello em 15º. A pole ficou com Paulo Salustiano, de Mercedes Benz, com o tempo de 1min43s448.

“Realmente a pista não casa com o caminhão. Sentimos muito na hora das retomadas e tomamos tempo dos demais pilotos. É uma pena, porque complica o Djalma no campeonato que ele vem bem, e eu terei que fazer outra corrida de espera por um bom resultado”, avaliou Raijan Mascarello, que fez o tempo de 1min46s643.

Raijan Mascarello

Para a corrida programada para este domingo, às 13h15, Raijan acredita que poderá somar pontos nas duas partes da prova e, pelo menos, sair de Santa Cruz do Sul com uma melhor posição na classificação. Atualmente, ele é o 14º colocado com 69 pontos.

“Tem que levar o caminhão até o final e ver o que acontece. Dificilmente iremos brigar por posições, mas temos como chegar um pouco mais na frente”, acredita o piloto Agroeste, Pontual, Hamakk, Concessionária Maxxicase e Fazendas Comil.

Djalma Fogaça

“Fim de semana difícil”, disse Fogaça. “Largo em P12, uma posição super atípica pelo campeonato que tenho feito, mas sempre falo que não é todo dia que ‘tem pão quente em casa’. Viramos o caminhão de ‘ponta cabeça’ e trabalhamos muito, mas não evoluímos absolutamente nada. Particularmente não gosto da pista de Sta. Cruz, nunca consegui andar bem ou acertar o F-Truck aqui, a relação de marchas e diferencial não ‘casa’ com nosso motor, tem curvas que ficamos muito ‘curtos’ e em outras muito ‘longos’. Não temos muito a fazer para melhorar, é largar, procurar não cometer erros e galgar algumas posições, o quê não é tão fácil, existem poucos pontos de ultrapassagem, ou melhor dizendo, somente um, então é fazer aquelas corridas chatas, sonolentas, esperando alguém quebrar e ter problemas para avançar e que abomino, enfim, tentar marcar o maior número de pontos possíveis para não despencar no campeonato”, completa.

Raijan Mascarello

Como ficou o grid para a corrida deste domingo*
1º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes, PE), 1:43.448, média de 122.8 Kmh.
2º) 4 – Felipe Giaffone (Volkswagen, PR), 1:43.674
3º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes, PR), 1:43.894
4º) 73 – Leandro Totti (Volkswagen, PR), 1:43.926
5º) 80 – Diogo Pachenki (Mercedes, PR), 1:44.343
6º) 77 – André Marques (MAN, PR), 1:44.439
7º) 35 – David Muffato (Scania, PR), 1:44.690
8º) 25 – Jaidson Zini (Iveco, PR), 1:44.702
9º) 88 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 1:45.096
10º) 15 – Roberval Andrade (Scania, PE), 1:45.200
11º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen, PE), 1:45.779
12º) 72 – Djalma Fogaça (Ford, PE), 1:45.998
13º) 7 – Débora Rodrigues (Volkswagen, PR), 1:46.241
14º) 83 – Regis Boessio (Volvo, RS), 1:46.321
15º) 515 – Raijan Mascarello (Ford, MT), 1:46.643
16º) 20 – Pedro Muffato (Scania, PR), 1:46.770
17º) 30 – Rogerio Castro (Mercedes, GO), 1:47.103
18º) 99 – Luiz Lopes (Iveco, PE), 1:48.362
Sem tempo
333 – Alex Fabiano
*resultado sujeito às verificações técnicas

————————————————-
Texto: Osires Junior
Imagens: Rodrigo Ruiz e Orlei Silva