Bom público em Goiânia foi recompensado com disputas de alto nível

Diante de 22 mil pessoas que compareceram na manhã de domingo no Autódromo de Goiânia, Beto Monteiro quebrou um jejum de vitórias que durava desde a primeira rodada da história da Copa Truck, em 2017. O time da FF Motorsport enfrentou alguns problemas na etapa e já trabalha para a etapa de Campo Grande (MS).
A rodada dupla que abriu a temporada deu uma amostra do que deve ser visto ao longo de 2019: disputas pela ponta entre pelo menos três montadoras diferentes.

Além da vitória de Beto Monteiro, que já foi campeão pela DF Motorsport, outro piloto que passou pelo time de Djalma Fogaça, Luiz Carlos Zapellini, de volta às corridas de caminhão, somou um heroico terceiro lugar.

Extremamente emocionado, Zapellini, que sai de Goiânia em quinto na tabela, dedicou o pódio ao filho que faleceu há três anos – destacando que a perda o fez voltar a competir e somar um pódio logo de cara. “Eu fico muito feliz de poder subir no pódio nesse meu retorno. Eu ofereço essa vitória, muito emocionado, ao meu filho Rafael, que partiu há três anos e quatro meses e por ele eu volto à Copa Truck. Tenho certeza que ele estava do meu lado na boleia, porque o velhinho não aguenta tanto assim.”

A Copa Truck realiza sua segunda etapa no dia 14 de abril, no Autódromo Orlando Moura, em Campo Grande (MS).


Texto: Bruno Vicaria – Fotos: Duda Bairros e Vanderley Soares